Incidência de fungos e quantificação de danos em sementes de genótipos de arroz

Resumo

Aiming the development of high yielding rice cultivars, IAC (Agronomic Institute of S. Paulo, Brazil) carries out a continuous breeding program focused on good-grain quality and disease resistance. Rice genotypes from the upland and irrigated advanced trials were evaluated for seed health, seed discoloration severity, panicle seed weight and spikelet sterility. The results showed that seed health varied according to the two environments. High seed incidence of Pyricularia grisea, Bipolaris oryzae and Microdochium oryzae occurred under irrigated conditions, whereas Pyricularia grisea, Phoma sorghina e Drechslera spp. in upland. Correlation coefficient values obtained were significant and negative for seed discoloration severity x panicle seed weight and filled grains, and positive for seed discoloration severity x empty spikelets and spikelet sterility. In lowlands, the lines IAC 1817 e IAC 1818 showed low values of seed discoloration severity, spikelet sterility and high seed weight per panicle. In upland, IAC 1776 line and cv. Bonança showed the lowest seed discoloration severity, while IAC 1781 line presented low incidences of the most important pathogens, and low spikelet sterility. O programa de melhoramento genético de arroz do Instituto Agronômico visa a obtenção de cultivares de arroz altamente produtivas, características tecnológicas desejáveis e resistência a doenças. O presente estudo avaliou genótipos de arroz integrantes dos ensaios comparativos avançados quanto à qualidade sanitária e severidade de manchas nas sementes, peso das sementes por panícula e esterilidade das espiguetas. A qualidade sanitária das sementes variou conforme o sistema de cultivo, com alta incidência dos fungos Pyricularia grisea, Bipolaris oryzae e Microdochium oryzae no cultivo inundado, enquanto que sob irrigação por aspersão predominaram Pyricularia grisea, Phoma sorghina e Drechslera spp. A severidade de manchas nas sementes apresentou correlação negativa com peso da panícula e número de grãos cheios, e positiva com número de grãos chochos e porcentagem de esterilidade. Destacaram-se em condições de cultivo irrigado por inundação as linhagens IAC 1817 e IAC 1818, apresentando os menores índices de severidade de manchas, e também baixas porcentagens de esterilidade e altos pesos de grãos por panícula. Em terras altas sob irrigação por aspersão, destacaram-se a linhagem IAC 1776 e a cv. Bonança, com os menores índices de severidade de manchas, e a linhagem 1781, com baixas incidências dos mais importantes patógenos, e também baixa esterilidade. Esses resultados serviram como indicadores do nível de resistência e/ou tolerância dos genótipos a manchas de grãos.


Descrição

Assunto

Oryza sativa, mancha de grãos, resistência genética, controle, sanidade de sementes, Oryza sativa, grain discoloration, genetic resistance, control, seed health

Citação

Coleções