Depressão endogâmica e heterose de híbridos de populações F2 de milho no estado de São Paulo

Resumo

Heterosis and inbreeding depression are complementary phenomena, both important to the establishment of breeding strategies, such as conventional hybrids and population breeding. This study aimed to evaluate the agronomic traits of hybrids in F2 populations, estimate of heterosis in relation to the average of the parents and determine the inbreeding depression in F2 parents populations. Ten hybrids of F2 populations, five F2 parents populations and the respective commercial hybrids (HC) were evaluated for male flowering, plant height, ear height and grain mass. Plants were evaluated in Mococa and Palmital counties at the Sao Paulo State and the experiment was arranged in a completely randomized block design. The estimated inbreeding depression from F1 to next F2 generation ranged from 18.0% in HC12 to 48.1% in HC10 for grain mass. The heterosis in relation to the parents' mean was 37.2%, represented by high yield in F2 hybrids. Based on these results, it was possible to highlight two hybrids of F2 populations with high yield potential, high average heterosis and F2 populations with potential for extraction of inbred lines. A heterose e a depressão por endogamia são fenômenos complementares importantes nas estratégias de melhoramento, como para a obtenção de híbridos convencionais e melhoramento de populações. Este trabalho teve por objetivos avaliar híbridos de populações F2 de milho quanto aos caracteres agronômicos, estimar a heterose em relação à média dos pais e determinar a depressão endogâmica na obtenção das populações de genitores F2. Foram avaliados 10 híbridos de populações F2, cinco populações de genitores F2 e os respectivos híbridos comerciais (HC) quanto aos seguintes caracteres agronômicos: florescimento masculino (FM), altura de planta (AP), altura de espiga (AE) e massa de grãos (MG), em dois locais do estado de São Paulo, Mococa e Palmital, sob delineamento de blocos ao acaso. A estimativa de depressão por endogamia ao passar da geração F1 para F2 variou de 18,0% no HC12 a 48,1% no HC10, para MG. A heterose média em relação à média dos pais obtida para massa de grãos foi de 37,2%, representada pela elevada produtividade alcançada pelos híbridos de F2. Baseando-se nesses resultados foi possível evidenciar dois híbridos de populações F2 que apresentaram potencial produtivo, alta heterose média e populações F2 com potencial para extração de linhagens.


Descrição

Assunto

Zea mays, vigor híbrido, endogamia, melhoramento populacional, produtividade, Zea mays, hybrid vigor, inbreeding, breeding population

Citação

Coleções