Desempenho e rendimento de carcaça de quatro grupos genéticos de codornas para produção de carne

Resumo

The study aimed to evaluate the performance and carcass yield of four quail genetic groups male and females. The birds were grown until 42 days old. A thousand and two hundred day old quails were distributed in a completely randomized design with four treatments (A, B, C and D) and five replicates of 60 birds each. The birds were weighed once a week in order to evaluate weight gain and feed consumption. Mortalities were recorded daily. At 42 days, ten male quails from each replicate were identified and slaughtered to evaluate the yield of carcass and parts. In the period from 1 to 42 days, genetic group C showed higher values of body weight. Group C showed the higher values for weight gain in the period from 1 to 42 days. No differences concerning the results of feed consumption, feed efficiency, mortality, body weight, carcass weight, carcass yield and breast percentage were observed among the groups. Genetic group D showed higher values for wings, legs and breast meat percentage. It was concluded that there are differences of performance and carcass and parts yield among the quail genetic groups selected for meat production presented on Brazilian market. Para avaliar o desempenho e rendimento de carcaça de quatro grupos genéticos de codornas de corte de 1 a 42 dias de idade, foram utilizadas 1.200 codornas distribuídas em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos (A, B, C, D) e cinco repetições de 60 aves por parcela. Uma vez por semana as aves foram pesadas para avaliação do ganho médio de peso e consumo médio de ração, além do registro da mortalidade. Aos 42 dias de idade, foram identificados e abatidos 10 machos por parcela, para avaliação do rendimento de carcaça e dos cortes cárneos. No período 1 a 42 de idade, o grupo genético C apresentou maiores peso e ganho médio de peso que os demais grupos. Contudo, para consumo médio de ração, conversão alimentar e mortalidade, não foram observadas diferenças entre os grupos genéticos. Para peso vivo, peso de carcaça, rendimento de carcaça e porcentagem de peito, não foram encontradas diferenças estatísticas entre os grupos genéticos. Para porcentagem de asa, coxa e carne de peito, o grupo genético D apresentou maior valor que os demais grupos. Considerando os resultados obtidos, os grupos genéticos de codornas para produção de carne utilizados no Brasil apresentam diferenças no seu desempenho produtivo e nos cortes cárneos.


Descrição

Assunto

abate, carne de codornas, desempenho, grupo genético, rendimento de carcaça, carcass yield, genetic group, meat quail, performance, slaughter

Citação

Coleções