Comportamento agronômico de linhagens de trigo no Estado de São Paulo

Resumo

Eighteen wheat lines and the check cultivars IAC-24 and IAC-289 were evaluated in six trials carried out at different locations under dryland and sprinkler irrigation conditions, for grain yield, agronomic characteristics and disease resistance. In laboratory conditions, the germplasms were evaluated for their Al toxicity tolerance in nutrient solutions. The line L9 and the cultivar IAC-289 were superior in grain yield, considering the average of the six trials. The line L8 exhibited short stature associated to lodging resistance and early maturity. In relation to leaf rust the lines L1, L17 and L20 were resistant. All genotypes were susceptible to the causal agents of leaf spot and mildew. The line L7, showed long heads with the highest number of spikelets; IAC-289 and L17, the largest number of grain per head and per spikelet, respectively; and L11, the heaviest grains. All evaluated genotypes were tolerant to Al3+ toxicity, excepting the control cultivar Anahuac and the lines L15 and L20, which exhibited high sensibility. Compararam-se 18 linhagens de trigo e os cultivares IAC-24 e IAC-289 em seis ensaios instalados em condições de irrigação por aspersão e de sequeiro. Foram analisadas a produção de grãos, a resistência a doenças e outras características agronômicas Em condições de laboratório estudou-se a tolerância ao alumínio em soluções nutritivas. A linhagem L9 e o cultivar IAC-289 destacaram-se quanto à produção de grãos, considerando a média dos seis experimentos. A linhagem L8 exibiu porte baixo associado à resistência ao acamamento e ciclo precoce da emergência à maturação. Em relação à ferrugem-da-folha, as linhagens L1, L17 e L20 revelaram características de resistência. Todos os genótipos mostraram-se sensíveis aos agentes causais das manchas foliares e de oídio. A linhagem L7 apresentou espigas mais compridas e maior número de espiguetas por espiga; o cultivar IAC-289, maior número de grãos por espiga; a linhagem L17, maior número de grãos por espigueta; e a linhagem L11, grãos mais pesados. Todos os genótipos avaliados mostraram-se tolerantes à toxicidade de Al3+, com exceção do cultivar-controle Anahuac e das linhagens L15 e L20, que exibiram elevada sensibilidade.


Descrição

Assunto

trigo, características agronômicas, resistência a doenças, tolerância ao alumínio, wheat, agronomic characteristics, disease resistance, aluminum tolerance

Citação

Coleções