Avaliação de linhagens de trigo originárias de hibridação com e sem irradiação gama

Resumo

The mutation induction technique associated with hybridization has provided the development of new genotypes with desirable agronomic traits. Seeds of eighteen F2 wheat lines being ten originated by plant selections of the Kauz "S" x IAC-24 hybrid, were irradiated (I) with gamma rays and eight non irradiated (NI) plus the check cultivars IAC-24 and IAC-289 were evaluated for grain yield, agronomic characteristics and disease resistance in six trials carried out at different locations, under sprinkler irrigation (limed soils) and dryland (limed and acid soils) conditions, during 1997-99. In laboratory conditions, the genotypes were evaluated for their toxicity tolerance in nutrient solutions using as controls the cultivars BH-1146 (tolerant) and Anahuac (sensitive). The line L18-I was superior for grain yield under limed soil and sprinkler irrigation conditions. Under dryland and acid soil, the line L20-I, tolerant to Al3+toxicity in nutrient solutions, presented good grain yield differing only from IAC-289, the most sensitive to Al3+ toxicity. IAC-289 and line L9-NI had good performance under limed soil and dryland conditions. L11-I exhibited the shortest plants in all trials, to lodging resistance and tolerance to Al3+ toxicity. All genotypes were susceptible to leaf spot. L9-NI had good potential as source of resistance to leaf rust. Except to Anahuac, IAC-289 and line L3-NI, all genotypes were tolerant to the presence of 10 mg L-1 of Al3+, in nutrient solutions. O emprego da técnica de indução de mutação associada à hibridação tem contribuído para a obtenção de novos genótipos de trigo com características agronômicas desejáveis. Avaliaram-se 18 linhagens de trigo, sendo dez oriundas de seleção de plantas do híbrido Kauz "S"x IAC-24 que tiveram as sementes, em geração F2, irradiadas (I) com raios gama e oito não irradiadas (NI), além das cultivares IAC-24 e IAC-289, em seis experimentos instalados no período 1997-99. Foram analisadas a produção de grãos, a resistência a doenças e outras características agronômicas. Em condições de laboratório, estudou-se a tolerância ao alumínio em soluções nutritivas, utilizando-se as cultivares BH-1146 (tolerante) e Anahuac (sensível), como controles. A linhagem L18-I destacou-se quanto à produção de grãos em condição de irrigação por aspersão e solo corrigido, nos três anos considerados. Em solo ácido e condição de sequeiro, L20-I, tolerante à toxicidade de Al3+, em soluções nutritivas, destacou-se quanto à produção de grãos, diferindo somente da IAC-289, a mais sensível à toxicidade de Al3+. IAC-289 e L9-NI destacaram-se na condição de sequeiro e solo corrigido, diferindo somente das linhagens L3-NI e L11-I. Na linhagem L11-I, observou-se porte mais baixo em todos os experimentos associado à resistência ao acamamento e à tolerância à toxicidade de Al3+. Todos os genótipos foram suscetíveis ao agente causal da mancha-da-folha. L9-NI tem potencial como fonte de genes em programas de melhoramento genético dada sua resistência à ferrugem-da-folha. Com exceção de Anahuac, IAC-289 e da L3-NI, todos os genótipos foram tolerantes à presença de 10 mg L-1 de Al3+ em soluções nutritivas.


Descrição

Assunto

linhagens de trigo, indução de mutação, produção de grãos, resistência às doenças, características agronômicas, tolerância à toxicidade de alumínio, wheat inbred lines, induced mutation, grain yield, disease resistance, agronomic characteristics, aluminum toxicity

Citação

Coleções