Effect of enzymatic complex in the diet of pirarucu, Arapaima gigas juveniles

Resumo

ABSTRACT The pirarucu, Arapaima gigas is a native, carnivorous fish species from the Amazon basin. As carnivorous fish have low amylase activity, exogenous enzymes can improve the digestibility of carbohydrates in aquaculture feeds. We evaluated the digestibility of increasing levels of an enzymatic complex in diets of pirarucu juveniles (65.2 ± 0.4 g). The experimental design was randomized with four treatments [diets containing 0.25, 0.50, 0.75, and 1 g kg-1 on-top inclusion of an enzyme complex (Allzyme® SSF®, USA), and a control, with three replications at a density of 5 fish per unit, and a 30-day duration. We quantified apparent digestibility of dry matter, crude protein, and crude energy through nutrient and chromium oxide content in diets and feces. Enzymatic activity, hepatic glycogen and total protein were determined in liver and anterior intestine samples. The diet with 1 g kg-1 of enzyme-complex resulted in an increase in apparent digestibility of crude protein, gross energy, and dry matter, hepatic glycogen, total proteins in liver and in intestine, showing the efficiency of the enzyme complex in pirarucu feeding. A higher accumulation of dry matter, crude energy, and ethereal extract in the carcass indicated weight increase in the fish treated with enzymatic complex. A decrease in the endogenous enzymatic activity (protease, lipase and amylase) suggested an improved efficacy of the digestive process. Our results indicate that the inclusion of 1 g kg-1 enzyme complex in the diet of juvenile pirarucu can be recommended to achieve greater digestibility of nutrients and improvement in productive performance. RESUMO O pirarucu, Arapaima gigas é um peixe carnívoro nativo da bacia amazônica. Como peixes carnívoros possuem baixa atividade de amilase, enzimas exógenas melhoram a digestibilidade de carboidratos em rações para aquacultura. O objetivo deste estudo foi avaliar a digestibilidade de níveis crescentes de complexo enzimático em dietas para juvenis de pirarucu (65,2 ± 0,4 g). O desenho experimental foi randomizado com quatro tratamentos [dietas contendo 0,25, 0,50, 0,75 e 1 g kg-1 de complexo enzimático adicionado (Allzyme® SSF®, EUA)] e um controle, com três réplicas com densidade de cinco peixes por unidade e 30 dias de duração. A digestibilidade aparente da matéria seca, proteína bruta e energia bruta foi calculada por quantificação de nutrientes e óxido de cromo nas dietas e fezes. A atividade enzimática, o glicogênio hepático e a proteína total foram determinados a partir de amostras do fígado e intestino anterior. A dieta com 1 g kg-1 de complexo enzimático resultou em um aumento da digestibilidade aparente de proteina bruta, energia bruta, matéria seca, glicogênio hepático e proteínas totais no fígado e intestino, mostrando a eficácia do complexo enzimático na dieta dos pirarucus. A acumulação mais alta de matéria seca, energia bruta e extrato etéreo na carcaça indicou o aumento de peso dos peixes tratados com complexo enzimático. A redução da atividade enzimática endógena (protease, lipase e amilase) sugeriu um aumento da eficácia do processo digestivo. Nossos resultados indicam que a inclusão de 1 g kg-1 do complexo enzimático na dietas de juvenis de pirarucu pode ser recomendada para obter maior digestibilidade de nutientes e performance produtiva.


Descrição

Assunto

aditivo, atividade enzimática, enzimas, metabolismo, peixes carnívoros, digestibilidade, additive, carnivorous fish, enzymes, enzymatic activity, metabolism, digestibility

Citação

Coleções