Genetic analysis for sooty mold resistance and heart of palm yield in Archontophoenix

Resumo

Archontophoenix palms, utilized both as ornamental species and as a source of high-quality heart of palm, are susceptible to sooty mold, a disease coupled with aphid infestation, which affects photosynthesis and causes unpleasant, darkish palm appearance. Scoring rates for sooty mold resistance and three growth traits were assessed under field conditions in 24 open-pollinated half-sibs families, 28 months after planting, aiming to identify genetic variability for sooty mold resistance; estimate genetic parameters for this trait and plant height, diameter and number of leaves; estimate genetic and phenotypic correlation for the four traits and evaluate selection methods for heart of palm production through multi-trait index selection based on growth traits. There were genetic differences among families for all traits. The low coefficient of variation for sooty mold (9.48%) indicates that the visual rating method adopted was effective and feasible for comparing aphid plus sooty mold infestation levels in Archontophoenix. Narrow sense heritability estimates were low and medium for growth traits (0.10, 0.26 and 0.26 for leaves number, plant diameter and height, respectively) and very high (0.91) for sooty mold resistance. Genetic correlation was found between sooty mold resistance and plant height. This positive relationship indicates that culling of very susceptible palms can be done possibily without interference in the follow up indirect selection for heart of palm yield. Some selection strategies were presented, showing that possible genetic gain could range from 6.23 to 11.83%, depending on the selection method adopted and on the effective restriction of the population size. Palmeiras do gênero Archontophoenix, utilizadas tanto como ornamentais quanto produtoras de palmito de qualidade, são susceptíveis à fumagina, doença associada à infestação por pulgões, que afeta a fotossíntese, o crescimento e a aparência das plantas. Foram avaliados a campo a resistência à fumagina conjuntamente com três caracteres associados ao crescimento em 24 famílias de meios-irmãos, 28 meses após o plantio, a fim de identificar a variabilidade genética para os caracteres resistência à fumagina, altura, diâmetro e número de folhas; estimar as correlações genotípicas e fenotípicas envolvendo esses quatro caracteres; e aplicar a estratégia de seleção usando o índice multiefeitos. Houve diferenças entre as famílias para os caracteres avaliados, sugerindo a possibilidade de seleção. O baixo coeficiente de variação observado para resistência à fumagina (9,48%) indica que o método de avaliação adotado, baseado em escala de notas após observação visual, foi eficiente e prático para comparar níveis de infestação do complexo fungo+pulgão em palmeiras do gênero Archontophoenix. As estimativas da herdabilidade no sentido restrito foram baixas a médias para os caracteres relacionados ao crescimento (0,10, 0,26 e 0,26 para número de folhas, diâmetro e altura da planta, respectivamente) e muito altas (0,91) para resistência à fumagina. Correlação genética positiva foi observada entre resistência à fumagina e altura da planta, indicando que a eliminação de plantas muito susceptíveis pode ser feita sem interferência na seleção indireta para produção de palmito. A estratégia de seleção pelo índice multiefeitos (com ganhos genéticos esperados variando de 6,23 a 11,83%) mostrou-se adequada para melhorar simultaneamente caracteres relacionados ao crescimento e à produção de palmito.


Descrição

Assunto

Capnodium, Cerataphis, ganho genético, herdabilidade, palmeira real australiana, Capnodium, Cerataphis, genetic gain, heritability, King palm

Citação

Coleções