Avaliação nutricional de pastagens de capim-elefante e capim-mombaça sob manejo rotacionado em diferentes períodos de ocupação

Resumo

Qualitative assessment of elephantgrass (Pennisetum purpureum, Schum. cv. Napier) and mombaçagrass (Panicum maximum, cv. Mombaça) pastures under rotational stocking was performed using the esophageal extrusa technique. Samples of esophageal extrusa were taken at the third, second and first days of the grazing period. The following analyses were determined: DM, CP, EE, OM, lignin (LIG), NDF, ADF, in vitro dry matter digestibility (IVDMD), lag time and degradation rate of carbohydrates, and fractions of the carbohydrates and nitrogenous compounds. The average composition of extrusa samples as a function of the days under grazing were compared through orthogonal contrasts, with subsequent adjustment of regression equations. For IVDMD and LIG, differences were observed just for the mombaçagrass. For this species, an increase of 2.57 percentual points in the indigestible fraction (fraction C) and a reduction of 3.23 percentual points in the potential degradable fraction (B2) of carbohydrates were observed. For the kinetics of degradation, it was found difference just for the mombaçagrass, showing linear reduction in the rate of degradation of the fibrous carbohydrates. Both the acid detergent insoluble protein fraction and the protein degradable fraction of elephantgrass and mombaçagrass showed linear decrease with increasing grazing period. A técnica de extrusa esofágica foi utilizada com o objetivo de avaliar qualitativamente pastagens de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum. cv. Napier) e capim-mombaça (Panicum maximum, cv. Mombaça) manejadas sob sistema rotacionado. As amostras relativas aos três primeiros dias de ocupação foram utilizadas para determinar os teores de MS, PB, EE, MO, lignina (LIG), FDN e FDA, a digestibilidade in vitro da MS (DIVMS) e o fracionamento dos carboidratos e proteínas, além do tempo de latência e da taxa de degradação dos carboidratos. As composições médias das amostras de extrusa esofágica obtidas nos dias sob pastejo foram comparadas por meio de contrastes ortogonais, com posterior ajuste de equações de regressão. Os teores de LIG e DIVMS diferiram apenas no capim-mombaça. Nesta espécie, houve aumento de 2,57 pontos percentuais nos teores da fração indigerível e redução de 3,23 pontos percentuais para os teores da fração potencialmente digestível dos carboidratos. Para cinética de degradação dos carboidratos fibrosos, verificou-se diferença apenas para o capim-mombaça, no qual houve redução linear. Tanto a fração insolúvel em detergente ácido quanto a fração protéica degradável dos capins elefante e mombaça apresentaram decréscimo linear com o passar dos dias sob pastejo.


Descrição

Assunto

extrusa esofágica, forrageira tropical, pastejo rotacionado, esophageal extrusa, rotational stocking, tropical forage

Citação

Coleções