Avaliação do perfil nictemeral de excreção de indicadores internos e de óxido crômico em ensaios de digestão com ruminantes

Resumo

The goal of the present study was to evaluate the dynamics of fecal excretion of the following digestion markers: indigestible dry matter (DMi), indigestible neutral detergent fiber (NDFi), and indigestible acid detergent fiber (ADFi) as internal markers and the external marker chromic oxide (Cr2O3). Five Holstein-zebu steers with 240 kg average weight were used in three 12-day experimental periods, being the first seven days for animal adaptation. Previously to the beginning of the experimental period, the animals were submitted to a 10-day period of adaptation to facilities and experimental management. They were fed ad libitum with sorghum silage and maintained in individual pens. The Cr2O3 was offered twice daily at 08:00 and 17:00 h, 5 g each, during the whole experimental period. Then, the daily marker fecal excretion pattern was characterized by means of the Gauss-Newton algorithm to fit a Fourier series model. A descriptive graphic evaluation of the fitted function showed that the total amplitude of cycles was lower for ADFi than the other markers, with values of 4.71%, 1.83%, 2.42% and 1.74% for Cr2O3, DMi, NDFi and ADFi, respectively, in relation to the estimated mean concentration of each. In turn, the fundamental period of the markers excretion patterns were significant showing cycle lengths of 3.25, 3.47, 3.46 and 3.74 hours for Cr2O3, DMi, NDFi and ADFi, respectively. As a conclusion, the mean fecal concentration of all markers might be obtained through two daily samplings at intervals from each other of 3, 9, 15 or 21 hours. Objetivou-se com este trabalho avaliar a dinâmica de excreção fecal dos indicadores internos matéria seca indigestível (MSi), fibra em detergente neutro indigestível (FDNi), fibra em detergente ácido indigestível (FDAi) e do indicador externo óxido crômico (Cr2O3). Foram utilizados cinco bovinos mestiços Holandês × Zebu, com peso médio de 240 kg, em três períodos experimentais de 12 dias (os sete primeiros destinados à adaptação dos animais). Antes do início do período experimental, os animais passaram por um período de adaptação à dieta e ao manejo, com duração dez dias, no qual foram mantidos em baias individuais e alimentados à vontade com silagem de sorgo. O Cr2O3 foi fornecido diariamente em duas porções de 5 g, às 8h e 17h, durante todo o período experimental. Procedeu-se à caracterização do padrão diurno de excreção fecal dos indicadores, por meio do algoritmo de Gauss-Newton, em um modelo em série de Fourier. A avaliação descritiva das funções ajustadas evidenciou que a amplitude total dos ciclos foi menor para FDAi que para outros indicadores, com valores de 4,71; 1,83; 2,42 e 1,74% para Cr2O3, MSi, FDNi e FDAi, respectivamente, em relação à concentração média estimada para cada um desses indicadores. Por sua vez, o período fundamental de excreção dos indicadores em estudo foi significativo e evidenciou duração do ciclo de 3,25; 3,47; 3,46 e 3,74 horas para o Cr2O3, MSi, FDNi e FDAi, respectivamente. A concentração média fecal dos indicadores pode ser obtida por meio de duas coletas diárias de fezes, mantendo-se o espaço de tempo entre duas coletas consecutivas de 3, 9, 15 ou 21 horas.


Descrição

Assunto

excreção fecal, fibra em detergente ácido indigestível, fibra em detergente neutro indigestível, matéria seca indigestível, fecal excretion, indigestible acid detergent fiber, indigestible dry matter, indigestible neutral detergent fiber

Citação

Coleções