Adaptabilidade e estabilidade de produção de cultivares e linhagens de feijoeiro no Estado de São Paulo

Resumo

Twelve common beans cultivars and lines were evaluated in São Paulo State, Brazil according to 24 environments (growing season, years and locations). The yield stability and adaptability were determined by two methods of analysis and their efficiency evaluated. IAC-Carioca and IAC-Una cultivars were used as standards for grain types carioca and black, respectively. For each environment the experiment was set up in randomized complete block design with four replications, each of them consisting of two central lines of five long flanked by two border lines. Stability and adaptability were estimated using two methods, Cruz and colleagues, modified by Carneiro. The results indicated that Rudá, Gen12, IAC-Carioca Eté and FT-Bonito cultivars are recommended for planting in several environments, due to their wide adaptability. Considering the adaptability to specific environment, the more stable cultivars were FT-Nobre, FT-Bonito and Rudá (rainy growing season); Rudá, IAC-Carioca Eté and Gen12 (dry season); and Pérola, FT-Bonito and Gen12 (winter season). The two methods of stability and adaptability evaluated were in disagreement. The Lin and Binns method identified the most stable, responsive and highest yielding cultivars. This method is efficient, simple and has unique parameters that can be easily interpreted. Therefore, it is suggested that the selection and recommendation of cultivars for wide or specific adaptation, be based on results indicated by Lin and Binns method. Avaliaram-se a adaptabilidade e a estabilidade de produção de 12 cultivares e linhagens de feijoeiro em 24 ambientes (combinações de épocas de plantio, anos e locais de cultivo), no Estado de São Paulo, bem como a eficiência de dois métodos de análise de estabilidade e adaptabilidade. As cultivares IAC-Carioca e IAC-Una foram utilizadas como padrões de grão tipo carioca e preto respectivamente. O delineamento utilizado foi o de blocos completos casualizados, com quatro repetições e parcelas de quatro linhas de 5 m de comprimento, com as duas centrais como parcela útil. Os métodos utilizados para a avaliação dos parâmetros de adaptabilidade, propostos por Cruz e colaboradores e Lin e Binns, modificados por Carneiro, produziram resultados discrepantes. De acordo com os resultados do primeiro método, as cultivares Rudá, Gen12, IAC-Carioca Eté e FT-Bonito podem ser indicadas para plantio em vários ambientes devido à adaptação ampla. Quanto à adaptabilidade a ambientes específicos, as cultivares mais estáveis foram FT-Nobre, FT-Bonito e Rudá (águas); Rudá, IAC-Carioca Eté e Gen12 (seca); Pérola, FT-Bonito e Gen12 (inverno). Pelo segundo método, entretanto, identificaram-se as cultivares mais estáveis e responsivas, as quais foram consideradas, também, como as mais produtivas. Esse segundo método reuniu eficiência, simplicidade, unicidade de parâmetros e facilidade de interpretação dos resultados. Diante disso, sugere-se que a seleção e a recomendação de cultivares mais produtivas, estáveis e responsivas, tanto para adaptação ampla quanto para a específica, sejam orientadas por sua aplicação.


Descrição

Assunto

Phaseolus vulgaris L., adaptabilidade, estabilidade, recomendação de cultivares, produtividade, Phaseolus vulgaris L., adaptability, stability, cultivar recommendation, grain yield

Citação

Coleções