Efeitos da administração de monensina por meio de cápsulas de liberação controlada no desempenho de vacas Holandesas no início da lactação

Data

2008

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

The objective was to study the effect of the monensin on milk yield and milk composition, somatic cell count, body condition score, serum parameters and reproductive aspects high producing Holstein cows in early lactation. Fourty-four cows with daily milk yield of the 33.44 ± 4.93 liter of milk were assigned to a completely randomized design with two treatments: control (C) and other with controlled released monesin capsule with eficacy of 100 days (300 mg/cow/day). The individual administration of the monensin capsule was made 30 day before the probable calving time. Monensin did not affect the milk yield and milk composition, somatic cell count, body condition score and glucose and BHBA (beta-hidroxibutirate) concentration in the cow blood serum. However, decreased concentration of NEFA (Non esterified fatty acid) in blood serum of cow with 60 days in milk. Service period and number of services per conception was not affected by treatments, however, the administration monensin decreased the number of the cows that showed retained placenta and laminitis. The administration monensin for high producing Holstein cows in early lactation did not change the milk production and composition. However, decrease the concentration of NEFA 60 days post calving and the incidence of laminitis and retained placenta in the post calving cows. Com o objetivo de estudar o efeito da monensina sobre a produção e composição de leite, a contagem de células somáticas, a condição corporal e os parâmetros sangüíneos e reprodutivos de vacas da raça Holandesa de alta produção no início de lactação, foram utilizadas 44 vacas com produção diária de 33,44 ± 4,93 litros de leite, em delineamento inteiramente casualizado, com dois tratamentos: um controle (C) e outro com cápsulas de liberação controlada de monensina com eficácia de 100 dias (300 mg/vaca/dia). A administração individual de monensina foi realizada 30 dias antes da data provável do parto. A monensina não alterou a produção, a composição do leite e a contagem de células somáticas do leite nem a condição corporal e a concentração de glicose e BHBA (beta-hidroxibutirato) no soro das vacas, no entanto, diminuiu a concentração de AGNE (ácidos graxos não-esterificados) no soro das vacas com 60 dias de lactação. O período de serviço e o número de serviços por concepção não diferiram entre os tratamentos, porém, a administração de monensina diminuiu o número de animais que apresentaram retenção de placenta e laminite. A administração de monensina para vacas Holandesas de alta produção no início de lactação não modifica a produção e a composição do leite, contudo, diminui a concentração de AGNE 60 dias após o parto e a incidência de laminite e retenção de placenta nas vacas no pós-parto.


Descrição

Assunto

ácidos graxos não-esterificados, composição e produção do leite, glicose, ionóforo, parâmetros reprodutivos, NEFA, glucose, ionosphor, milk composition and yield, reproductive aspects

Citação

Coleções