Parâmetros genéticos para produção de leite no dia do controle e para produção de leite até 305 dias nas primeiras lactações de vacas da raça Gir

Resumo

Records from 2.440 first lactations of Gir cows, calving between 1990 and 2005, were used for estimating genetic parameters of test-day milk yield (TDMY) and accumulated 305 day milk yield (M305) in univariate and bivariate animal models analyses. The model for TDMY included the contemporary group (CG) defined by the combination of herd, year and season of test day, the class of age of cow at calving and the linear covariate of days in milk (linear regression) as fixed effects and the additive genetic as random effect. For M305 the model included the CG (herd, year and season of calving), age of cow as covariate (linear and quadratic regression) and the additive genetic as random effect. Classes of CG with less than three or five animals respectively for TDMY or M305 were eliminated. The variance components were estimated by Restricted Maximum Likelihood. The highest values of phenotypic variances were observed in middle lactation, but in early lactation for the additive genetic variances. Heritability estimates ranged from 0.13 to 0.36 in univariate analyses and from 0.14 to 0.34 in bivariate analyses and were higher at the beginning and lower at the end of lactation in both analyses. Genetic correlations between TDMY were positive and high between adjacent test days. These results suggest that TDMY may be used as selection criteria for improving milk yield of Gyr cattle. Foram estimados parâmetros genéticos para as produções de leite no dia do controle (PLDC) e para a produção acumulada até 305 dias (P305) de 2.440 primeiras lactações de vacas da raça Gir leiteiro com partos entre 1990 e 2005. A produção acumulada até 305 dias e as produções de leite no dia do controle foram analisadas por meio de um modelo animal em análises uni e bicaracterísticas. Para as produções no dia do controle, o modelo incluiu o efeito aleatório genético direto e os efeitos fixos de grupo de contemporâneos, classe de idade da vaca ao parto e dias em lactação como co-variável (regressão linear). Para a P305, utilizou-se o mesmo modelo, excluindo-se os dias em lactação e utilizando-se a idade da vaca ao primeiro parto como co-variável (regressão linear e quadrática). O grupo de contemporâneos (GC) foi definido como rebanho, ano e estação do controle para produções no dia do controle e rebanho, ano e época de parto para P305. Aplicou-se a restrição de que cada grupo de contemporâneo deveria conter no mínimo três observações no caso das produções no dia do controle e cinco observações para P305. Os componentes de variância foram estimados pelo método de máxima verossimilhança restrita. Os valores maiores de variâncias fenotípicas foram observados no meio da lactação e os das variâncias aditivas no início da lactação. As estimativas de herdabilidade obtidas pelas análises unicaracterísticas oscilaram entre 0,13 e 0,36, enquanto as obtidas por análises bi-características oscilaram entre 0,14 e 0,34. Para as duas análises, essas estimativas foram maiores nos primeiros e menores nos últimos controles. As correlações genéticas entre as produções no dia do controle foram elevadas e positivas e maiores entre os controles mais próximos. Os resultados sugerem que as produções no dia do controle podem ser utilizadas como critério de seleção para produção de leite da raça Gir.


Descrição

Assunto

bovinos leiteiros, componentes de variância, ganho genético, produção de leite, dairy cattle, genetic gain, milk production, variance components

Citação

Coleções