Calagem para a cana-de-açúcar e sua interação coma adubação potássica

Data

2004

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Six experiments were carried out in the main sugarcane regions of the State of São Paulo, Brazil, in order to study sugarcane response to liming and potassium and its interactions. The treatments consisted of four rates of liming and tree rates of potassium, setup in factorial experiments, summing up twelve treatments, with four replications, organized in randomized block design. In four sites, the experiments were conducted during the first season and in two others, the ratoons were also evaluated. Four sites were cropped with the variety SP70-1143 and in the others, the varieties SP71-6163 and SP71-1406 were planted. Despite the high soil acidity in all sites, the response of sugarcane to liming was significant only in two sites, showing high tolerance of planted varieties to soil acidity conditions. The sugarcane response to potassium was linear in seven out of the 10 evaluated seasons. Significant interactions between liming and potassium were not observed in any studied site. Com o objetivo de estudar os efeitos da calagem e da adubação potássica na produtividade da cana-de-açúcar foram instalados seis experimentos em diversas regiões, em unidades produtoras do Estado de São Paulo. Os experimentos foram arranjados em esquema fatorial com quatro doses de calcário e três de potássio, em blocos ao acaso com quatro repetições. Foi avaliada a produtividade da cana-planta e, em dois experimentos, a das soqueiras. Em quatro locais, foi plantada a cultivar SP70-1143 e nos demais, as cultivares SP 71-6163 e SP71-1406. As análises iniciais dos solos, de todos os locais, revelaram excesso de acidez e a calagem seria uma prática de manejo recomendada. Foram observadas respostas significativas à calagem em apenas dois experimentos, com acréscimos de produtividade de cana de 8 e 13 t.ha-1 respectivamente, o que confirma a adaptação das cultivares plantadas em solos ácidos e de baixa fertilidade. Por outro lado, a resposta da cana ao potássio foi de natureza linear e significativa em sete das dez avaliações, tanto na cana-planta como em soqueiras. A interação calcário-potássio não foi significativa em nenhuma avaliação, mostrando a pouca interdependência entre essas práticas no manejo da fertilidade do solo para a cana-de-açúcar.


Descrição

Assunto

cana-de-açúcar, calagem, potássio, sugarcane, liming, potassium fertilization

Citação

Coleções