Produtividade e pseudoperfilhamento do alho influenciados pelo nitrogênio, potássio e cobertura morta

Resumo

Some types of vernalized garlic show tendency to secondary bulb growth, which can be influenced by nitrogen, potassium and mulching, but there are few studies about the subject. The experiment was carried out in a typical Hapludox, medium texture soil in Campinas, São Paulo State, Brazil. The experimental design was in randomized blocks, 4 x 4 x 2 factorial scheme with four rates of N (0; 50; 100 and 150 kg ha-1), four rates of K(2)0 (0; 50; 100 and 150 kg ha-1), two management systems (with and without mulching) and three replications. The useful area of each plot was 1.5 m².and planting (May, 1999 and 2000) was done in 0.20 x 0.10 m plots. After harvest (October, 1999 and 2000) and a hardening period (50 days), the bulbs were evaluated for weight, lateral shoot growth and other defects, total yield and commercial production. Nitrogen and potassium rates and mulching influenced independently the garlic characteristics, varying in function of each evaluation. The nitrogen fertilizations increased the lateral shoot growth and potassium reduced this problem in both years. Most of the bulbs were classified as small in 1999 and as medium size in 2000. Mulching decreased yields in all classes and reduced total and commercial yield and did not affect other defects. The estimated maximum total yield was 3,922 and 8,689 kg ha-1 N with 74 and 107 kg ha-1 N in 1999 and 2000, respectively. The commercial yield (3,563 kg ha-1) was obtained with 68 kg ha-1 N in 1999. There was no response to N rates in 2000. The estimated maximum commercial yield was obtained with 94.5 kg ha-1 K2O ha-1 in 1999. There was a linear response to rates of potassium in 2000. Os alhos nobres vernalizados apresentam tendência ao pseudoperfilhamento, podendo ser influenciados pelo nitrogênio, potássio e cobertura vegetal, mas há poucos estudos sobre o assunto. O experimento foi realizado em Latossolo Amarelo distrófico, textura média, em Campinas-SP. O delineamento experimental foi em blocos casualizados em esquema fatorial 4 x 4 x 2, composto de quatro doses de N (0; 50; 100 e 150 kg ha-1), quatro doses de K(2)0 (0; 50; 100 e 150 kg ha-1), dois sistemas de manejos (com e sem cobertura morta) e três repetições. A área útil de cada parcela foi de 1,5 m², sendo feito o plantio (maio de 1999 e de 2000) no espaçamento de 0,20 x 0,10 m. Após a colheita (outubro de 1999 e 2000) e a cura (50 dias), foi feita a pesagem, avaliação de pseudoperfilhamento e de outros defeitos, calculando-se as produtividades total e comercial. Houve efeito das doses de nitrogênio, de potássio e da cobertura mortal, de maneira independente sem ocorrer interação entre esses fatores, variando em função de cada avaliação. A adubação nitrogenada aumentou o pseudoperfilhamento e a potássica reduziu esse distúrbio nos dois anos. Os bulbos classificados como miúdos predominaram em 1999 e os médios em 2000. A cobertura vegetal proporcionou menores produções em todas as classes, produtividade total e comercial e não influenciou outros defeitos nos dois anos. A produtividade total máxima estimada foi 3.922 e 8.689 kg ha-1 com 74 e 107 kg ha-1 N em 1999 e 2000, respectivamente. A produtividade comercial (3.563 kg ha-1) foi verificada com 68 kg ha-1 N em 1999 e não houve resposta às doses de nitrogênio em 2000. A máxima produção comercial estimada de alho ocorreu com 94,5 kg ha-1 K2O em 1999 e, em 2000, a resposta foi linear.


Descrição

Assunto

adubação, nutrição, Allium sativum, superbrotamento, fertilization, nutrition, Allium sativum, lateral shoot growth

Citação

Coleções