Produtividade e podridão parda em couve-flor 'Sharon' influenciadas pela aplicação de nitrogênio e boro

Resumo

The hollow stem disorder is a common problem in cauliflower, resulting in similar symptoms as those caused by B deficiency. Its occurrence in cauliflower is related to nitrogen and boron levels. There exist little information about this subject in Brazil. The effect of nitrogen rates and boron application periods were evaluated on the cauliflower production and incidence of hollow stem. The experiment was carried out from November 2005 through February 2006 in a Kandiustalf soil (0.54 mg B kg-1, BaCl2 1.25 mg L-1) at Tietê region, São Paulo State, Brazil, in a randomized complete block design with four replicates, four N levels (100; 150; 200 and 250 kg ha-1) and two periods of B application (one and two applications) and a control (without application). Cauliflower curd diameter ranged from 16.45 to 22.03 cm and the commercial yield from 15.71 to 29 t ha-1; these two traits were not influenced by treatments. Nitrogen rates increased linearly in leaves and curds. The hollow stem and curd browning were reduced and commercial yield was increased with B fertilization. The correlation between B concentration on leaves (r= 0.66; p<0.05) and curds (r= 0.76; p<0.05) with hollow stem disorder was negative. Boron fertilization is necessary to reduce the symptoms of hollow stem when cauliflower is grow in soil with medium B level (0.54 mg B dm-3). More studies are needed using other types of soil and other cauliflower cultivars in order to reduce this physiological disorder in tropical conditions and increase the efficiency of boron fertilization. A podridão parda é um problema comum em couve-flor que ocasiona sintoma semelhante ao da deficiência de B. Sua ocorrência está associada, especialmente, às adubações com nitrogênio e boro, mas há escassez de informações sobre o problema no Brasil. Neste trabalho avaliou-se o efeito de doses de nitrogênio e épocas de aplicação de boro na produção e na incidência de podridão parda da couve-flor 'Sharon'. O experimento foi realizado em Argissolo Vermelho Amarelo de novembro/2005 a fevereiro/2006, com quatro doses de N (100; 150; 200 e 250 kg ha-1) e duas épocas de aplicação de 3 kg ha-1 B (1 e 2 aplicações), além do controle (sem aplicação). O diâmetro das cabeças e a produtividade comercial variaram de 16,45 a 22,03 cm e 15,71 a 29 t ha-1, respectivamente, e não foram influenciados pelos tratamentos. As doses de N proporcionaram aumento linear no teor nas folhas e nas cabeças. O caule oco e bronzeamento das cabeças foram reduzidos, enquanto a produtividade comercial aumentou com aplicação de B. Houve correlação negativa entre o teor de B nas folhas (r=0,66; p<0,05) e nas cabeças (r=0,76; p<0,05) e a incidência de caule oco. A adubação com B para a couve-flor cultivada em solo com teor médio (0,54 mg de B dm-3) é necessária para reduzir os sintomas da podridão parda. Contudo, mais estudos são necessários em outros solos e cultivares para redução desse distúrbio fisiológico em condições tropicais e melhoria da eficiência da adubação com boro.


Descrição

Assunto

Brassica oleraceae var. botrytis L., bronzeamento das cabeças, solo, Brassica oleraceae var. botrytis L., curd browning, soil

Citação

Coleções