Teor de amilose em genótipos de arroz

Data

1995

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

The amylose content of rice grains from 16 early and 16 late mature groups of varieties and advanced lines from Instituto Agronômico rice breeding program was studied. The experiments were grown and harvested under two different environments: Campinas Experimental Center and Votuporanga Experimental Station, State of São Paulo, Brazil. Amylose content ranged from 16.2% to 29.3%, but intermediate contents (20-25%) predominated. One genotype showed low (<20%), ten showed intermediate and four showed high (>25%) amylose content in both environments, whereas 17 other varied in amylose content in the two environments studied. Data obtained showed that amylose content is influenced by genotype, environment and the interaction of these two variables. Caracterizou-se o teor de amilose em grãos de arroz de sequeiro, divididos em 16 genótipos de ciclo precoce e 16 de ciclo tardio, com base em linhagens e cultivares do programa de melhoramento do Instituto Agronômico, colhidos de ensaios desenvolvidos no Centro Experimental de Campinas e na Estação Experimental de Votuporanga. Os teores de amilose variaram de 16,2 a 29,3%, com predominância de teores intermediários (20 a 25%). Um genótipo mostrou teor baixo (menor que 20%); dez, teores intermediários; quatro, teores altos (maior que 25%) de amilose, em ambas as localidades, e os 17 restantes apresentaram comportamento variável nos dois ambientes. Os dados demonstram que o teor de amilose é influenciado pelo genótipo, pelo local de plantio e pela interação entre essas variáveis.


Descrição

Assunto

amilose, arroz, Oryza sativa L., amylose, rice, Oriza sativa L.

Citação

Coleções